sábado, 15 de maio de 2010

Não gaste o seu tempo de qualquer jeito

Por Fernanda Santiago Valente


Penso que o nosso tempo seja dividido em dois momentos: aqueles que nos alegram e aqueles que nos deprimem. Um exemplo? Às vezes gastamos o nosso tempo com coisas que não nos satisfaz, pode ser um emprego, uma atividade ou a companhia de alguma pessoa desagradável. Nesses períodos parece que o tempo não tem fim. Olhamos para o relógio impacientemente meditando: passa hora, passa hora...
Em compensação, outros momentos em nossas vidas são mágicos, maravilhosos. São aqueles momentos que nos satisfaz: a companhia agradável de alguém, aquela festa esperada, a família reunida, a viagem perfeita... esses momentos passam como um furacão. E depois, nos vemos novamente desinteressados e desanimados.
Ralph Waldo Emerson, famoso escritor, ex-pastor e filósofo transcendental diz o seguinte: “Cuide muito bem do seu tempo livre. Esses momentos são como diamantes não lapidados. Despreze-os, e seu valor nunca será conhecido. Melhore-os, e eles se tornarão as mais brilhantes jóias de uma vida inútil”
Nossa vida realmente é muito inútil, trabalhamos, corremos de um lado para o outro, pagamos contas, aturamos chefes medíocres ou autoritários, ganhamos pouco, sustentamos a família e nos dias de hoje não sobra um tempinho sequer para o lazer, ou prazer. Confesso que se não separamos um tempo para isso, nossa vida estará apenas passando...
Não precisamos ter todo o dinheiro do mundo para desfrutarmos os momentos alegres: basta separar um tempo só para você: a leitura de um livro ou até mesmo das Escrituras, tomar um café com um amigo que gosta muito, assistir a um filme comendo pipoca e tomado guaraná com alguns amigos, no DVD mesmo, caminhar num jardim... sinto que esses momentos alimentam a alma, são os momentos que sinto a minha vida em conexão com Deus, pois estou desfrutando daquilo que dá mais prazer: viver.
Não quero dizer que o trabalho seja algo inútil, pois não é. Todo mundo tem que trabalhar nessa vida. O problema é que atualmente as pessoas andam mais focadas em seus trabalhos, desempenho profissional do que a qualidade de vida. É muito bom ser um profissional reconhecido, mas é importante também ser uma pessoa saudável.
Nossa vida tem que ser uma vida sem arrependimentos. Como assim sem arrependimentos? É você olhar para o seu interior e perceber que não gastou o seu tempo com inutilidades.
Assistir TV é muito bom, mas que você não fique focado apenas nela, Internet é bom, mas que você não fique apenas focado no Orkut, MSN, e outros sites de relacionamentos. A mania agora são os jogos na Internet, vejo meus amigos jogando sem parar. É isso o que fazem em seu tempo livre, ou até mesmo nos momentos em que estão no trabalho.
Ano passado eu mesmo viciei na fazendinha do Facebook. Até que há exatamente três meses decidi: vou parar. Chega! Isso não está fazendo bem pra mim. Deixei de fazer um trabalho...
Isso é só um exemplo de algo que aconteceu comigo. Agora e com você? O que tem atrapalhado o seu tempo? Em seu trabalho, por exemplo, ao invés de executar o que seus líderes ordenam você deixa para daqui a pouco por que está no MSN conversando com um colega? Ou então está lá no ORKUT jogando COLHEITA FELIZ. Ainda bem, que nunca joguei isso, mas, noto quando entro no meu que a maioria das pessoas jogam isso. É realmente importante jogar isso? Não seria melhor telefonar para um amigo e dizer: vamos dar uma volta? Vamos conversar?
Na própria Bíblia o Apóstolo Paulo cita um verso para a igreja de Coríntios, que está e, 2 CO 6.1: “E nós na qualidade de cooperadores com ele, também vos exortamos a que não recebais em vão a graça de Deus”
Paulo quer dizer: Não desperdice o seu tempo porque ele é a sua vida. Para usarmos o nosso tempo de modo que deixemos uma marca duradoura aqui, precisamos passar pelo teste da eficiência. Isso quer dizer, saber usufruir de tudo o que Deus colocou em nossas mãos.
Richard Koch cita em seu no O princípio 80/20 que 20 % do que você faz produz a maior parte dos resultados em sua vida, 80% do que você faz é, na maioria, tempo desperdiçado.
Um tempo equilibrado não é correr apressado de um lado para o outro e também não é ficar o tempo todo relaxado. É saber dividir. É fazer o que tem que ser realmente feito no trabalho, sair cedo de lá e aproveitar o resto da noite, já que a maioria de nós, trabalhamos o dia todo. Vamos sentar a mesa com a família, praticar exercícios, ler um bom livro, ficar sozinho por um tempo, pois são nesses momentos que podemos descansar, sentir a tranqüilidade e adorar a Deus e o mais maravilhoso, ouvir a voz de Deus.
Que possamos alcançar resultados para o nosso bem estar. Que não sejamos mais escravos do nosso tempo.

2 comentários:

Pr. Fabio L. Volpini disse...

A paz do Senhor, com certeza devemos saber aproveitar cada momento de nossa vida, principalmente o tempo livre, muitas vezes gastamos nosso tempo com coisas que não nos traz edificação, ao invés de lermos um bom livro, a bíblia, orarmos e louvarmos ao nosso Senhor, como diz o Apostolo Paulo:

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.
I Cor. 6:12

Como foi dito em sua postagem a tecnologia é ótima, mas o problema quando a televisão, internet ou seja o que for, passa ser o centro de nossas atenções, ocupando até mesmo o lugar de Deus em nosssas vidas.
Parabéns pelo blogger, sempre que quiser visitar meu blogger sua visita e participaçõ será um prazer.

Deus abençõe sua vida hoje e sempre cada dia mais.

Amanda Zanqui disse...

Oi Fe! Tbm gostei muito do seu blog e estou te seguindo. O seu texto é muito bom, hoje em dia temos que tomar cuidado para não desperdiçar o nosso tempo, ao inves de ficar tanto tempo na tv ou internet poderíamos estar produzindo e usando a nossa criatividade. Bjs