sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Uma história de amor incondicional

Por Fernanda Santiago Valente

“Querido John” narra a história de um jovem soldado americano, John, que se apaixona por Savannah, uma estudante de educação especial, repleta de sonhos. Ele, ao contrário, é um jovem rebelde, que se alista no exército após terminar a escola, por não ter outra opção de vida e não ousar sonhar.
Durante uma licença, John conhece Savannah. Os dois sentem uma atração mútua e Savannah é a responsável de mudar toda a vida de John, isso, no relacionamento com o seu pai, já que nunca foi afetivo. John começa a ter uma relação de entendimento com o seu pai, um altista, e que, em minha opinião, é a verdadeira história de amor do livro.
John e Savannah passam a ter um namoro daqueles a moda antiga, que toda moça romântica é louca para vivenciar. Eles fazem juras de amor e promessas de se casarem. Enquanto John está a serviço do exército, o único jeito de matarem a saudade é apenas por cartas e telefonemas.
Vivem desse jeito por um bom tempo, até que John pudesse concluir seu tempo no exército, mas ninguém pôde prever que os atentados de 11 de Setembro pudessem mudar o mundo todo. E como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu amor por Savannah e seu país.
Só que quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, John descobre qual é o verdadeiro significado de um amor incondicional e nem tudo acontece da maneira que previa.
Recomendo a leitura do livro. A história é linda, emocionante e muito bem escrita.

Autor: Nicholas Sparks
ISBN: 978-85-63219-02-2
Formato: 16x23 cm
Acabamento: Brochura
Ano: 2010
Edição: 1
Páginas: 288
Preço: R$ 29,90
Onde comprar o livro: EDITORA NOVO CONCEITO

Deixo aqui, uma das cartas de Savannah

Querido John,

Há tanta coisa que quero dizer para você, mas não tenho certeza por onde devo começar. Devo começar dizendo que te amo? Ou que os dias que passei com você foram os mais felizes da minha vida? Ou que, no curto espaço de tempo que nos conhecemos, passei a acreditar que fomos feitos um para o outro? Poderia dizer todas essas coisas e tudo seria verdade, mas, enquanto releio estas palavras, a única coisa que passa pela minha cabeça é que queria estar com você agora, segurando sua mão e olhando seu sorriso elusivo.
No futuro, sei que vou reviver o tempo que passamos juntos mil vezes. Vou ouvir seu riso, ver seu rosto e sentir seus braços em torno de mim. Vou sentir falta de tudo isso, mais do que você pode imaginar. Você é um cavalheiro raro, John, eu estimo isso em você. Todo o tempo em que estivemos juntos, você nunca me pressionou para dormir com você, e eu não posso dizer o quanto isso significou para mim. Tornou o que temos ainda mais especial, e é assim que eu quero me lembrar para sempre do período que passamos juntos. Como uma luz branca e pura, cuja contemplação é de tirar o fôlego.
Penso em você todos os dias e sei que, quando for te ver amanhã, dizer adeus será a coisa mais difícil que já fiz. Parte de mim teme que chegue um momento no qual você não sinta mais o mesmo sentimento, que por algum motivo você esqueça o que nós compartilhamos, então é isso que eu quero fazer. Onde quer que você esteja e não importa o que esteja acontecendo em sua vida, na primeira noite de lua cheia – como na noite em que nos conhecemos – quero que você a encontre no céu noturno. Quero que você pense em mim e na semana que partilhamos, porque, seja onde for, seja o que estiver acontecendo na minha vida, é exatamente isso o que vou fazer. Se não podemos estar juntos, pelo menos podemos compartilhar isso, e talvez entre nós, sejamos capazes de fazer isso durar para sempre
Eu te amo, John Tyree, e eu vou agarrar-me à promessa que uma vez você fez para mim. Se você voltar, vou casar com você. Se você quebrar a sua promessa, vai partir meu coração.

Com amor,
Savannah

“Querido John” já pode ser visto nas telinhas. Ainda não assisti ao filme, mas quem leu o livro já me disse que este, é muito mais envolvente. A Savannah do livro é morena, na telinha é loira. Confira o trailer:




Sobre o autor: Li “Querido John” semana passada e foi a primeira vez que pude conferir um trabalho literário de Nicholas Sparks, autor que vive na Carolina do Norte, EUA e que já teve vários livros escritos, todos falando de amor, e a maioria deles adaptados para o cinema. Seus filmes de sucesso foram “Um amor para recordar” e “Diário de uma paixão”. Recentemente nos cinemas: “Querido John” e “A última música"

3 comentários:

Franciele Valadão disse...

Amo a hitória deles, me emociona muito!

Adilson Guimarães disse...

Hmm, a história parece realmente muito interessante... Procurarei conhecê-la. Òtima diga e blog, abraços.

www.catarseonline.blogspot.com

Anônimo disse...

"A paixão é o amor mal lapidado".

Temporária...não supera nada vezes nada.

O verdadeiro é incondicional...Tudo se dá em troca de nada a pessoa amada.

"É melhor amar que ser amado"

Abraços fraternos.

Luiz Augusto da Silva.

Olímpia - São Paulo.