segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Por que louvar o tempo todo em nome de Jesus?

Por Fernanda Santiago Valente

Algumas pessoas vivem questionando: Por que Deus nos fez para adorá-lo? Isso não seria egoísmo?
É! Talvez muitas pessoas ainda não tenham notado que são elas que estão sendo egoístas por questionarem Deus dessa forma.
Quando você acorda pela manhã, qual é a primeira pessoa que você agradece? Não é a Deus?
Todos os seres que respiram louvam ao Senhor.
As plantas,
Os animais,
Os seres humanos.
Louvemos ao Senhor pela água, pelo céu, pelo mar, pelo pôr do sol e pela chuva do fim de tarde.
Louvemos ao Autor da Vida, que planejou todos os seres
Deus só quer que cada ser reconheça o maior milagre: que é a vida
Nosso dever: amar a vida!
Adorar a Deus!

"Quanto a mim, esperarei sempre e te louvarei mais e mais" (Salmos 71.14)

6 comentários:

Paulo Tamburro disse...

SIMPLESMENTE, PORQUE ELE É ÚNICO!!!

UM ABRAÇÃO CARIOCA

Ariiana disse...

Simplesmente porque ele é o Senhor criador de todas as coisas.
Louvemos por tudooo...

Amém....

Priscila Rodrigues disse...

Louvemos o Senhor de coração aberto, sempre..

Bjos..

Luciano disse...

Essa frase é polêmica, já ouvi descrente dizer isso.
"Que Deus é egoista pois quer todas as honras para o Senhor."
Mas quanto mais aprendo de Deus, vejo que toda a honra, glória e louvor, ainda não são suficientes, para expressar o amor que sentimos por Deus, e por Ele nos amar também.

Graça e Paz!

Anônimo disse...

A cegueira da retina é patologia.
Pior são os cegos à Divina Supremacia.
Para que desta fiquemos curados, se for o caso, só louvando a Deus em nome de Jesus:Dia e noite...noite e dia...

Libertemos nossos corações e existamos com divinal alegria.

Abraços fraternos, do poeta olimpiense,

Luiz Augusto da Silva.

Consultora em Educação disse...

Ministro de música


1. Toda pessoa tem o sagrado direito de frequentar os cultos e atividades da igreja e de sentir-se muito feliz, sereno, confortado, em qualquer idade.

2. O ouvido tem alta sensibilidade e suporta confortavelmente, por uma, duas horas, no máximo, 50 decibéis. Passou disso, além do mal que faz à saúde, incomoda muito.

3. Todo instrumento pode ser usado no louvor, mesmo sabendo que há aqueles próprios para o culto.

4. Culto não é show.

5. Não existe hino ou música velhos.

6. É preciso selecionar hinos próprios para cada ocasião, com mensagem, poesia, melodia, harmonia, ritmo. Ritmos assincrônicos desorganizam a química cerebral. Derrubam pessoas e até muros. Josué 6:20 Juízes 7:18

7. Fundo musical durante o culto não pode interferir, desconcentrar, incomodar; use-o com muita inteligência. Ninguém suporta um teclado dedilhado pra lá e pra cá, aleatoriamente. Se for um hino próprio para a ocasião, baixinho, tudo bem, mas notas soltas...nem pensar.

8- A música tem o poder de mobilizar as estruturas mentais.


9- Culto animado não é sinônimo de barulho. Reverência, participação, adoração, comunhão, consagração, dedicação, apontam para o equilíbrio. O templo não é um lugar sombrio, triste, com silêncio sepulcral, é um espaço de alegria, louvor, transformação, decisões.


10- Se você faz parte da equipe de músicos, nunca fique se distraindo e brincando com os instrumentos no altar, após o culto.

“E Quenanias, príncipe dos levitas, tinha cargo de entoar o canto; ensinava-os a entoá-lo, porque era entendido nisso.” 1º livro de Crônicas 15.22.


Ivone Boechat