quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

O que a igreja de Deus precisa fazer para viver em união?


Resenha do livro “Marcados pelo Espírito”, de Farley P. Labatut

Ao ler o livro, dar a entender que o maior problema da maioria das igrejas nos dias de hoje é a aceitação. Farley explica no livro “Marcados pelo Espírito” tudo o que os homens que se "dizem de Deus" enfrentam: o orgulho, a soberba, a inveja. Com isso, a igreja de Deus para de crescer porque não há união. Esquecendo-se dos verdadeiros propósito de Deus, as igrejas se enchem de pessoas “semelhantes ao próprio EU para a glória delas mesmas”.
É um livro polêmico e provocativo, mas que esclarece muitas dúvidas. Um exemplo? Por que não somos marcados pelo Espírito?
Estamos em busca de poder, mas utilizamos o poder que Deus nos dá para nos mostrarmos superiores aos outros. Utilizamos nossos dons para o nosso próprio benefício. Estamos cheios de cargos na igreja, mas não temos compromisso. A maioria das vezes ministramos besteiras, pois não conhecemos a palavra de Deus como deveríamos. E por que pecamos? Pecamos porque não conhecemos a palavra de Deus.
“Marcados pelo Espírito”, vai além, mostra os bastidores da igreja. Quem são os cristãos “rebeldes”, por acaso são aqueles que pensam e questionam? É pecado pensar? O autor mostra ainda o quanto Deus é criativo, pois em cada lugar se manifesta de um jeito. E a igreja peca... simplesmente porque acha que a sua maneira de adorar a Deus é a correta. Com isso, acontece a concorrência de ministérios. Todos começam a disputar o quanto são “cheios” de Deus. E nisso, a “unidade”, que é a verdadeira vontade de Deus se destorce no meio dessa multidão que não compreende a palavra: “É necessário que ELE (Jesus) cresça e que eu diminua”(João 3. 30)
Então, quer ser cheio do Espírito?
Compreenda neste livro a busca pela santidade, pelo discernimento, pela sabedoria e o avivamento. Marcados pelos Espírito tem o prefácio de Luciano Subirá, que recomenda a leitura para todos aqueles que querem ter uma visão profética sobre o “Reino de Deus”.

Sobre o autor: Farley Pierre Labatut é publicitário e trabalha em um dos jornais de maior circulação em Curitiba/PR. É casado com a psicóloga Danielle Marie Beling Labatur.
São líderes do ministério Desperta Nação Escolhida. Desenvolve com jovens, princípios de unidade, intercessão, unção profética, adoração e avivamento; com a visão de servir à igreja.
O Ministério Desperta Nação Escolhida realiza seminários, vigílias e reuniões em unidade com pastores e líderes das mais diversas denominações.

Como encontrar o livro?

A.D Santos Editora

9 comentários:

Pedro Pyratero disse...

odeio igrejas!http://pedropyratero.blogspot.com/

@rt_ disse...

hum... livro interessante...

Byers disse...

Sou meio radical com esse negocio de religiao.

A palavra etimologicamente quer dizer religar.

Mas como vamos nos religar a algo que não temos total certeza de que esta la do outro lado.

Esperar de algo "divino" é muito facil, o dificil mesmo é fazer por onde.

O problema das igrejas hoje é a promessa, não a oferta em si.

João Thiago disse...

A igreja não é o problema, mas os homens que a controlam. Comecei a ler o livro de Labatut, e o que mais me chamou a atenção é a sua relação pessoal com o pecado, o que mostra uma grande transparência. Vale a leitura tanto para os que odeiam a igreja quanto para os que amam a Cristo.

Ah, e quanto ao assunto "religião", não sou religioso, não preciso me religar a algo que nunca se desligou de mim. Eu sou de Cristo e isso é diferente.

Até mais!

JT.

Celma Araújo disse...

oi, gostei mto do seu blog, mas não consigo acompanhar, engraçado, não tem como clicar
vou tentar...
visite o meu
http://entaoleia.blogspot.com/
bjs

Tuliio Mustännen disse...

O pedro pyratero disse q odeia igrejas, mas eu não odeio Igrejas, odeio a soberba dos "crentes" que ali frequentam e que se acham "já salvos" e são pessoas ridículas, idiotas, arrogantes e inuteis...
Detesto a igreja evangélica!!

Deka Silva disse...

Oi Fernanda!
Obrigada pela visita.
Seu blog é muito bonito e inteligente...
Abraço.

Antonoly disse...

Respeito todas as religiões, mas não as sigo, apenas acredito em Deus!

Luis Paulo Silva disse...

Olá Fernanda! Parabéns pelo seu blog, muito bom mesmo.
Estou a add em minha lista de acompanhados, ok?

Abraço!

Luis Paulo Silva
www.despertaiceifeiros.blogspot.com