sábado, 8 de novembro de 2008

Você já foi café com leite?



Quando eu era criança adorava brincar de pega-pega, esconde-esconde entre outras brincadeiras que envolviam todas as crianças da rua. Lembro que as crianças menores, para não ficarem de fora das brincadeiras, eram consideradas café com leite.
Hoje, já não sou criança, mas em algumas situações me vejo como café com leite.
Por exemplo, num trabalho.
Me convidam para coordenar um projeto. Então, penso que posso ter autonomia, já que a minha função é coordenar. Só que noto que nesta equipe de projeto, todos tem autonomia, todos querem fazer a mesma coisa e não querem trabalhar exclusivamente cada um em seu foco.. Então, concluo que sou café com leite. Já que não sou a voz direta do projeto. Coordenando um projeto, penso que, o meu líder passa tudo diretamente pra mim, e eu, distribuo para a equipe. Mas não é assim...
Outros me passam o que devo fazer, com ordem do líder geral. Então, sou o quê? Café com leite né?
Se eu me imponho na frente de todos, são contrários a mim. Não há respeito. Não há direção. Não há cooperação.
Se eu ainda fosse criança, ficaria feliz com o cargo, pois seria apenas um cargo...
Mas um cargo por apenas cargo, por apenas títulos, não há realização. Se desenhei um projeto, ele deve ser obedecido. Se recebi a função de coordenar, devo ser obedecida. O que vejo é que nos dias de hoje as pessoas estão louquinhas para puxar o nosso tapete. Basta apenas piscar os olhos.

Você tem alguma situação parecida?

19 comentários:

Paula disse...

Felizmente não passo por nada parecido. Deve ser frustrante quando sua palavra não tem força de lei num projeto que você mesma está tomando a frente. O melhor é ficar de olho e, de vez em quando, fazer recordar a esses quem é que delega as funções e manda no babado.

Antonoly disse...

Sei exatamente como você se sente Fernanda, isso infelizmente ocorre comigo, e odeio café com leite rsrsrsrsrrs.
Beijos!

www.geracaoweb.wordpress.com

Trujillo disse...

Sim. Percebo o que passa e, quer queira quer nao, esse fato e uma constante no mundo atual. A confianca se tornou um bem precioso que precisa ser conquistada por muito trabalho. So assim para, talvez, ser mais cafe que leite. Gostei muito!

Abrcs

Arcano 13 disse...

felizmente não
mas ainda não comecei a trabalhar
mas nem qnd era criança, gostava de ser café com leite. imagino agora, q sou cinco vezes mais teimoso, como não vai ser...

bjs
vlw pela visita no meu blog
volte sempre :D

Finim disse...

Eu não ligo pra quem queira "puxar o tapete", eu ando e saio da superfície em que se encontra o tapete antes que ele seja puxado,
se você olha pra trás e pára de caminhar é pego(a), mas se você ignora e continua em seu caminho sempre consciente de sua meta, então são tapetes puxados em vão!

Aqui na minha cidade café com leite, é expresso de outra forma: "cartinha branca".


Passa no meu, bjjjj

grupo gauche disse...

em partes... mas as coisas estão melhorando. não conhecia esse termo, mas me senti assim, muitas vezes. abraço!

ohshittt disse...

no momento não me sinto assim...alias faz tempo q não sei o q eh se sentir assim...sempre deixo bem claro q se aquela tarefa foi passada pra mim e eu q devo coordenar não tempo pq nego fica metendo o bedelho a menos eh claro q eu peça!

Thiago_ajairon disse...

entendo... quando era criança odiava isso porque já queria me expressar. hoje é estranho me ver assim dentro de casa, procurando trabalho e na correria com empregos... não posso falar nada, fico mudo e quando tento expressar algo, vem aquele olhar matador...

sou café com leite!
=)





http://ajairon.blogspot.com/

Francisco Jamess disse...

eu já fui café com leite em brincadeiras, mas percebi rápido isso e disse "não, sou tão bom quanto vocês." (não disse isso realmente, é só a força da expressão rs). fui o "café forte" por muito tempo, na escola e turmas: fazia valer o que eu pensava e dizia. mas voltei a ser meio "café com leite", até porque nos meios que vivo hoje as pessoas não me entenderiam mesmo, nem tento me impor mais.
acho que terei problemas quando participar de uma "equipe" de trabalho.

bjos!

CIA disse...

otimo texto!!

passa lah:

http://blog-do-vandeco.blogspot.com/

http://blog-do-vandeco.blogspot.com/

PequenAprendiz disse...

Olá Srta Fernanda
Infelizmente vc vai encontrar essa situação em qualquer meio. Sempre existem aquelas pessoas querendo nos derrubar. É uma selva e só os mais fortes sobrevivem.
Te indico um livro: O monge e o executivo.
Traz princípios importantes para uma boa liderança.
Bjos

Pedro Guilherme disse...

olha eu soh era café com leite quando criança mesmo, ainda nao entrei no mercado de trabalho para conferir hehehe
_____________

http://tecnijogos.blogspot.com

Wander Veroni disse...

Oi, Fernanda!

Brincadeiras à parte sou Café com Notícias (nome do meu blog!)...hehehe...não resisti a piadinha...hehehe...rs.

Mas qto ao lance do "Café com Leite": acho que a expressão significa do ato ou expressão que não tem validade, pelo menos aqui no meu Estado. Sou Mineiro.

No exemplo q vc deu da infância: as crianças menores são "café com leite", numa brincadeira de pique-esconde, pois se o pegador pegá-las não vale. No mercado de trabalho a coisa fica séria: se a sua opinião ou postura é "café com leite", quer dizer que vc não possui liderança.

Bom, foi a essa conclusão que cheguei, baseado no seu texto. Espero não estar equivocado

Líderes e coordenadores de projeto tem que ter voz ativa para distribuir funções e aflorar o melhor de cada membro da equipe para que o projeto tenha o melhor resultado possível. Saber falar não ou sim, e também ser humilde para reconhecer uma boa idéia ou sugestão.

Adoro discutir sobre isso! Por favor, não me interprete mal. Sou estou expressando meu ponto de vista.

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

┼ Ģℓэh єяเkล! ┼ disse...

Lembro da época de quando eu era pequenininha ser café com leite também! Hoje em várias situações da minha vida continuo sendo!
É, a gente tem que ficar de olhos abertos, infelizmente existem pessoas mal intencionadas nente mundo!

Vou linkar você beleza!?

Ótima semana!

beeabusada disse...

eu já fui, mas aprendi a tomar meu espaço com humildade e ética e fazer que os outros me reconheçam.

carlos daniel disse...

Eu já me senti assim, as vezes ainda me sinto. O seu caso acontece com muitos. É a mesma situação da Rainha da Inglaterra, que acha que manda, mas não manda em nada...


http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

Eduardo Meireles disse...

interessante este texto...
isto de fato é muito comum no nosso cotidiano... a falta de respeito diante de uma voz de comando...

creio que isto tenda a se tornar mais normal à medida que as crianças de hoje não sintam mais necessidade em obedecer seus pais quanto a horários de brincadeira e atividades mais necessárias, ou pela presença do professor na sala de aula...

este descaso faz as pessoas crescerem achando que ser liberdade é libertinagem (ouvia muito este chavão na escola)... a melhor maneira de se alterar esta imagem de descaso que você possa passar, é batendo de frente para de fato impor suas metas enquanto líder... o detalhe é que nem todos os que são desrespeitados devem ser lideres. bem, acabei de perceber que este assunto é demasiadamente complexo.
rsrss

um abraço,
www.emeireles.blogspot.com

Jason disse...

Felizmente, não sou café com leite. A propósito, odeia esta mistura.

Anônimo disse...

Olá, Fernanda. Boa noite!

Não se preocupe com puxadores de tapetes.
Basta um tropeção para que eles recorram ao "café com leite".
Afinal,estão dentro da xícara com uma finalidade.Menos para enfeite...
Né mesmo?

Abraços fraternos, do amigo,

Luiz Augusto da Silva.
Olímpia - São Paulo