terça-feira, 30 de agosto de 2011

Deus e Eu



Por Fernanda Santiago Valente

Cedo
Logo no caminhar
Sou eu e Deus
A dialogar
Agradeço pelo sol,
Céu e mar
Agradeço pela vida
E pela oportunidade
De me renovar
Agradeço pela manhã
Um novo dia a recomeçar
Deus e Eu
Eu e Deus
A dialogar
Uma hora sem parar
Coração a disparar
Mente tranqüila
Pronta e disposta
A trabalhar!
A criar!


Agosto???


 Por Fernanda Santiago Valente

Agosto
Ano passado
Foi desgosto
Este ano
Agosto
Foi o contrário

Ano passado
G
O
S
Terror
O

AGORA
G        M
O        O
S         R
T
O


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Morre conceituado tradutor da Bíblia


Eugene Nida faleceu em 25 de agosto e foi responsável pelo desenvolvimento do método da equivalência funcional, que tornou a mensagem bíblica mais fácil de ser compreendida em diversas línguas. No Brasil, acompanhou o trabalho que culminou na publicação da Almeida Revista e Atualizada.

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) manifesta seu imenso pesar pela morte do Eugene A. Nida, ocorrido na quinta-feira, 25 de agosto, em Bruxelas, na Bélgica, aos 96 anos. Grande expoente da tradução da Bíblia no século 20, Nida, por mais de 50 anos – a partir de 1943 –, coordenou o programa de traduções da Sociedade Bíblica Americana. Posteriormente, foi o mentor do programa global de traduções das Sociedades Bíblicas Unidas, além de consultor a serviço dessa organização. “Vai-se talvez o mais influente tradutor da Bíblia de todos os tempos! Milhões de pessoas tiveram acesso à Palavra de Deus, graças a ele”, ressaltou o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer.
Eugene Nida será lembrado principalmente pela revolução que promoveu no âmbito da tradução bíblica, em meados do século 20. O impacto que isso teve sobre o crescimento e o desenvolvimento da Igreja cristã continua a ser sentido ainda hoje, na medida em que milhões de pessoas em centenas de línguas, em todo o mundo, tiveram acesso à Bíblia graças ao método que ele desenvolveu e disseminou.
Valendo-se de conceitos tirados da Linguística, das Ciências da Comunicação e da Psicologia, além de estudos culturais, Nida desenvolveu um enfoque ou método prático de tradução, que ele chamou de equivalência funcional ou dinâmica. Seu objetivo era tornar a tradução clara e compreensível, sem que perdesse a exatidão. Mas a contribuição dele não se limitou à tradução da Bíblia. Nida influenciou também o campo da Ciência da Tradução, que teve origem em sua época. Ele é visto como o homem que deu o pontapé inicial, que levaria ao desenvolvimento dessa disciplina.
Por meio de numerosos livros, artigos e inúmeras palestras, Nida pôde ajudar estudiosos, tradutores e especialistas a encontrar novas formas de comunicar-se de forma eficaz. Seus livros Toward a Science of Translating (Com Vistas a uma Ciência da Tradução), de 1964, e Theory and Practice of Translation (Teoria e Prática da Tradução), de 1969, foram traduzidos para várias línguas e, ainda hoje, são ferramentas essenciais para tradutores da Bíblia. Devido ao seu trabalho acadêmico, sua influência ultrapassou o campo da tradução bíblica influenciando a área da tradução como um todo.

Nida cursou a Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA), formando-se em 1936, tendo o Grego como área de concentração e o Latim como área complementar. Obteve uma das mais altas avaliações na história dessa universidade. No verão que se seguiu à sua formatura, Nida se preparou para começar um trabalho missionário de cunho linguístico com a organização que se tornaria o “Summer Institute of Linguistics” (Sociedade Internacional de Linguística – SIL). Um pouco mais tarde, começou a trabalhar com a língua Taramuhara, no México. No entanto, por problemas de saúde teve de retornar à Califórnia. No período do verão, continuava a treinar tradutores para SIL. Ao mesmo tempo, deu início a seus estudos de pós-graduação, concluindo o mestrado em Grego do Novo Testamento, em 1939, na Universidade do Sul da Califórnia, e o doutorado em Linguística, na Universidade de Michigan, em 1943.

Parceria duradoura – Em 1943, passou a trabalhar para a Sociedade Bíblica Americana. Não demorou muito para começar um intenso programa de viagens para ajudar tradutores da Bíblia em todas as partes do mundo. No Brasil, acompanhou o trabalho de revisão da tradução de Almeida, que culminou na publicação da Almeida Revista e Atualizada. Aos poucos, foi desenvolvendo o método da equivalência funcional. Nida se comunicava com extraordinária facilidade e conseguiu mostrar a tradutores, com os mais variados níveis de formação, como poderiam usar o método de tradução que ele desenvolveu. As traduções que resultaram disso eram ao mesmo tempo exatas, do ponto de vista exegético, e compreensíveis para o leitor.
Seu método fez com que a Bíblia se tornasse disponível e acessível numa escala nunca antes vista. Isto vale tanto para línguas da Ásia, África e América Latina, para as quais a Bíblia nunca antes havia sido traduzida, bem como para o inglês e outras línguas mais conhecidas, que já têm uma longa história de tradução bíblica. Exemplos disso são a “Good News Translation”, a “Contemporary English Version”, bem como a Nova Tradução na Linguagem de Hoje. Mas outras traduções, como a Nova Versão Internacional e a Nova Bíblia de Jerusalém, também revelam influência do tradutor. Quando, em 1946, várias Sociedades Bíblicas locais decidiram trabalhar em conjunto e formar as Sociedades Bíblicas Unidas (UBS), Nida se fez presente na reunião em que essa organização foi fundada e, posteriormente, se encarregou de formatar os projetos de tradução dessa nova organização.
Nida sabia que os tradutores da Bíblia precisavam ter acesso às melhores edições dos textos originais e foi assim que tomou a dianteira em projetos tanto para o Novo Testamento Grego quanto para a Bíblia Hebraica. Disso resultou a publicação de O Novo Testamento Grego das Sociedades Bíblicas Unidas – hoje na quarta edição revisada, com uma edição em português publicada no Brasil –, que é a edição mais usada por estudiosos e tradutores em nossos dias, bem como o desenvolvimento do Hebrew Old Testament Textual Project [Projeto do Texto do Antigo Testamento em Hebraico], que ajuda os tradutores a entender mais de 6 mil problemas textuais relacionados com o texto hebraico.
Ele inovou também no campo da lexicografia, na medida em que desenvolveu uma nova maneira de fazer um dicionário do grego do Novo Testamento. Trata-se do Dicionário Semântico, baseado em domínios ou campos semânticos, que são áreas de significados relacionados entre si. Nesse dicionário aparecem, não as palavras ou os equivalentes de tradução em ordem alfabética, mas os significados, que são agrupados por campos semânticos. Esse dicionário é de imenso valor para os tradutores, na medida em que ajuda a distinguir entre os diferentes significados de uma mesma palavra.
Nida teve seu trabalho reconhecido em várias ocasiões tanto pela Sociedade Linguística Americana (da qual foi presidente em 1968) como pela SBL (Society of Biblical Literature). Recebeu vários títulos de doutor honoris causabem como outras homenagens de instituições de ensino de todo o mundo.Seu legado continua através do “Eugene Nida Institute for Biblical Scholarship” da American Bible Society.

Nida foi casado por cinquenta anos com Althea Lucille Sprague Nida, que faleceu em 1993. Algum tempo depois, Nida conheceu a Dra. Elena Fernandez-Miranda, renomada tradutora e intérprete, com quem casou em 1997.

http://intranet2.biblesocieties.org/appdata/news/images/2011/August/USA04DJ-10.jpg
Fonte: Philip C. Stine, com tradução de Vilson Scholz. Philip Stine atuou no Departamento de Traduções da UBS de 1984 a 1998. Antes disso, de 1968 a 1984, havia sido consultor de traduções e coordenador regional da UBS na África.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Tão pouca...


Por Fernanda Santiago Valente


O óleo. A unção. A oração
A presença do Espírito Santo
O pulo. O grito. O clamor
Os joelhos dobrados
Um pedido. Uma cura. Uma resposta
Deus nos preenche
Deus nos atende
Somos gratos ao que recebemos
Outras vezes não
Entramos e saímos da igreja
Esperamos um SIM
Não queremos o NÃO
Como entender o SIM e o NÃO de Deus?
Talvez no silêncio do coração
Cada um é livre para tomar decisão
Cada um tem sonhos e desejos
E se for para frutificar a vida
Serão transformados em realização
Deus não nos esquece
Seja qualquer situação
Mas nos esquecemos DELE...
Quando ignoramos um aflito
Ou negamos o pão
Quando esquecemos aquele que é órfão
E buscamos apenas
A nossa satisfação
O óleo. A unção. A oração
Tudo isso é muito bom
Tão pouca...
É a nossa ação!
Que arranquemos de nós
A fé, a esperança e o amor!
Não para a nossa Glória
Mas para àquele que somos gratos
JESUS, que nos salvou.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Bis



Por Fernanda Santiago Valente

Todos os dias procuro uma nova história
Ouço histórias de vida...
Reais e fatais
Vejo lágrimas
Ofereço esperança
Pois me vejo nos olhos de uma criança
Sei que nada sei
E uma musica toca bem
Nos sentimentos que confundem
Que silenciam ou paralisam
E de repente acordam alegres
Quando esquecem a dor
Encaram o perdão
E seguem...
E escrevem...
Assim como eu
Uma nova história
De rir e chorar
Que não sabemos o final
Mas que torcemos
Todo o tempo
Que seja feliz
Histórias de sonhos ou paixões
Sem representações
Mas cheias de canções
Que todos pedem bis
Bis... Bis... Bis...


domingo, 21 de agosto de 2011

Por que escrevo?


Por Fernanda Santiago Valente

Às vezes imploro por um silêncio
Para que os versos surjam
E toquem o pensamento
Às vezes ouço uma musica
Para fluir dentro de mim
Verdadeiros sentimentos
Às vezes derramo lágrimas
Para a poesia revelar os mistérios
Que corroem a alma
Às vezes olho para os inscritos
E noto que o vazio
Enche-se de sorriso
Às vezes sinto que escrever
Liberta as mágoas
E é por isso que simplesmente escrevo...
Dentro de um silêncio
Ou de uma música
No meio das lágrimas
Ou numa inspiração
Porque escrever
É a minha libertação

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Olhos



E eis que de repente eles param e mudos, graves, espantados se olham nos olhos: 
é que eles sabiam que um dia iriam amar.

Clarice Lispector

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

300 dias com Ester (Parte VIII)

Por Fernanda Santiago Valente
_O que você vai comer hoje Ester?
_Por favor, no café da manhã: torradas com muito azeite, queijo branco, suco de laranja. – No almoço: lazanha e suco de manga, de sobremesa um mousse de maracujá com chocolate. - A tarde: café, chocolates, queijo com geléia de ameixa – e na janta: macarrão e um bom vinho e de sobremesa...
_Tudo isso? Desse jeito vai engordar.
_E quem importa?

(trechos de um trabalho)

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Baixa Autoestima e Inveja

* Por Eliana Barbosa


A cada dia que passa mais me espanto com a relação direta que existe entre baixa autoestima e sentimento de inveja.

É incrível como alguém com pouco senso de valor é capaz de se sentir ameaçado com o sucesso e o brilho dos outros! E o mais triste é que essa sensação de incapacidade e de inveja pode levar a pessoa ao desespero e a atos insanos dos quais poderá se arrepender amargamente, no futuro.
Por isso, é preciso que trabalhemos a autoestima das crianças e dos jovens, enquanto estão sob os nossos cuidados, para reforçarmos neles sua autovalorização e autoconfiança.
Depois de adulto, é muito mais difícil desenvolver sentimentos de amor-próprio em quem sempre se achou pior do que os outros, nos mais diversos aspectos.
Um dos caminhos para você detectar se a sua autoestima ainda é pequena é procurar investigar seus sentimentos em relação às pessoas bem-sucedidas. Se você tem o hábito de criticá-las ou de desprezá-las, com certeza você está sentindo inveja delas e não suporta ver suas realizações positivas. Tudo isso porque você, inconscientemente, pensa que não é capaz de conseguir o mesmo sucesso e felicidade para sua vida, já que se acha menos do que os outros. Miguel de Cervantes, escritor espanhol,  explica assim: “A inveja vê sempre tudo com lentes de aumento que transformam pequenas coisas em grandiosas, anões em gigantes, indícios em certezas.”
Cuidado com sentimento tão mesquinho, como a inveja. Você fica tão obcecado com a vida da pessoa que você inveja, que se torna cego e ingrato às numerosas oportunidades de vencer que chegam até você. O filósofo inglês Bertrand Russell disse: “O invejoso, em vez de sentir prazer com o que possui, sofre com o que os outros têm.”
Aprenda a transformar esta emoção negativa da inveja em um suave sentimento de admiração. Sim, admire quem já conseguiu mais do que você na vida e procure seguir seus exemplos de atitude positiva e empreendedora. Com a inveja, você caminha para o abismo da solidão e da miséria; entretanto, com a admiração, você, com certeza, seguirá a trilha do bem viver.
E para aqueles que são alvo da inveja alheia, por favor, não se escondam do mundo, porque, como bem disse o historiador grego Heródoto, “Mais vale ser invejado que lastimado.”
Portanto, acredite mais em você, nas suas potencialidades e no quanto você pode ser feliz! De uma vez por todas, saia da sua frente e pare de atrapalhar a você mesmo!


*Eliana Barbosa é Terapeuta Comportamental,  autora dos livros “ACORDANDO PARA A VIDA – Lições para sua transformação Interior”,  “O ENIGMA DA BOTA – Enfrentando a sucessão empresarial com equilíbrio e sabedoria” e “CARA A CARA COM ALGUÉM MUITO ESPECIAL – Histórias e lições inspiradoras para você se conhecer... e vencer!” (Novo Século Editora),  apresentadora do programa Eliana Barbosa Show na TV Mundi. Mais informações em www.elianabarbosa.com.br

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Quem acredita...


Por Fernanda Santiago Valente

Quem acredita sempre alcança. É você acreditar plenamente em tudo aquilo faz os seus olhos brilharem. A fé em Deus é a maior alegria que brilha dentro da gente. É ELE quem nos salva sempre de tudo aquilo que nos oprime.
JESUS é o Salvador que a todo tempo está nos curando, nos ajudando, nos mostrando como verdadeiramente amar. Deus acredita na gente e isso basta. Pra que inventar tantas fórmulas se a nossa conexão com ELE é algo individual? Acreditar em si é acreditar no Espírito Santo que faz morada dentro do nosso coração. Tudo aquilo que faz o nosso coração disparar de alegria só pode ser Deus... ALEGRIA é um dom de DEUS.
ELE te arranca do escuro e diz: _Vai! Você consegue! Estou contigo!
E quando de repente voltamos a ficar abatidos e oprimidos, ELE ainda está ali esperando que o enxerguemos. E se não o enxergarmos, ou começarmos tudo devagar, mesmo assim, ELE ainda está torcendo por nós.
Acredite no seu projeto de vida! Se é algo agradável aos olhos de Deus, então alcançará!





quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Intensidade


Por Fernanda Santiago Valente


Assim como uma criança
Meu amor é intenso
Não há segredo
E é exclusivo!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Um encontro com Deus


Por Fernanda Santiago Valente

Assim como o infinito, a grandeza de Deus é algo inexplicável. Fé é algo inexplicável. O amor é sublime. Quando tudo deu errado em nossas vidas temos a mania de culparmos todos ao nosso redor, ou então, nos culparmos. A verdade é que erramos, sempre vamos errar, mas são nos erros que encontramos o entendimento.
Deus não nos pune. ELE nos ensina a recomeçar. Erraremos novamente? Provavelmente sim, mas as experiências nos mostram a sermos mais cautelosos. Não existem regras. É algo individual que nos leva a maturidade. Às vezes é necessário pararmos tudo, outras não. Cada pessoa funciona de um jeito e Deus conhece o tempo de cada um.
A graça de Deus nos fortalece a cada manhã. Mesmo passando pelo vale ou deserto das nossas vidas, são nestes momentos que ELE nos encontra. Mergulhamos dentro dos nossos sentimentos e jogamos fora tudo aquilo que não presta: a raiva, o ódio, o rancor, a mágoa...
A alma é lavada e enxergamos o sobrenatural de Deus: o amor, que às vezes sentimos que não merecemos. A única verdade absoluta que eu sei: DEUS nos ama, e mesmo que tudo não esteja conforme as nossas vontades precisamos entender isso. O seu quarto pode estar escuro hoje, mas tenha coragem de abrir a janela. O Sol quer iluminar você.



quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Uma oração

Por Fernanda Santiago Valente

Pai, sei que sempre estás comigo. O Senhor conhece todos os meus pensamentos, os bons e também aqueles que me atormentam. O Senhor conhece o meu levantar, o meu andar e todas as decisões que irei tomar.
Sou frágil Senhor, e às vezes, sei que tomo decisões erradas. Mostra-me Senhor o que fazer, e quando eu errar, que seja para não errar mais, que seja uma lição para a minha vida, não de condenação, mas de entendimento.
O Senhor é o único que conhece os segredos mais ocultos e todos os desejos do meu coração, por isso, o meu caminho está em suas mãos e sei que a sua graça está sobre mim.
Sei que o Senhor me ama, projetou algo para mim, me ensinou a perder, me ensinou a ganhar, me ensinou a perdoar, me ensinou a amar... e sei que longe de mim está a perfeição.
Pai, peço que as pessoas entendam que eu não sou perfeita e que não estou livre de errar, de tropeçar, de cair... e se isso acontecer, eu apenas te peço Senhor, me segure, me levante porque é na sua presença que todos os dias me alimento.
O Senhor me conhece, sabe quais são as minhas dúvidas, minhas fraquezas, meus anseios...
Pai, eu te amo e não tenho medo de ti. Perdoe as minhas falhas Senhor porque o meu coração é teu e eu sempre preciso de ti. Meu Pai, meu amigo, meu consolador e guia. Eu agradeço a ti pela vida! Livra-me Senhor, de tudo que seja vazio de AMOR.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Versos guardados

Por Fernanda Santiago Valente


Guardei alguns versos
Aqueles que por nada escrevi
Encontrei sentidos
Sabe...
O tempo mostra
Escrever é planejar
Sem saber
O que está escrito?
Acontece sim!
Então me enfeito com as mais LINDAS palavras
E me transformo num poema
SEM FIM