quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A oração que liberta, de Beth Moore

Foi o livro que li essa semana. Através dele, pude ser confrontada e exortada por muitos sentimentos, pensamentos e atitudes que estavam me aprisionando sem que eu me desse conta. Temos a mania de achar que pecado é só roubar, trair e matar. Mas não é bem assim. A autora apresenta um estudo maravilhoso com citações do livro de Isaías, da Bíblia. Não são todas as pessoas que aceitam a exortação e a correção de Deus, mas Beth consegue relatar no livro o que realmente é o amor de Jesus. E o melhor, você sente a presença de Deus em cada lição que os 47 capítulos ensinam.
Demorei para enxergar que sou uma pessoa rebelde. Já chegaram a falar pra mim que sou rebelde, mas nunca entendi de onde vinha essa rebeldia, pois sempre me achei a “super correta”, totalmente convicta das minhas atitudes. Porém, descobri que humanizo Deus e acabo não aceitando algumas regras impostas por ELE, como por exemplo: obedecer. Uma das minhas maiores dificuldades é obedecer a voz de Deus. É de repente fazer tudo do meu jeito. É Deus querer me dar forças e eu ao invés de receber, ignoro a benção tentando dar uma forcinha para Deus. E desde quando Deus precisa da minha força?
Confesso, que quando Deus me mostrou que este é o meu problema, senti muita dor, mas pude sentir o amor de Jesus confortando o meu coração e me ensinando a dobrar os joelhos em oração para começar tudo de novo, não do meu jeito, mas do jeito DELE.
Em cada capítulo lido, passei por um processo de libertação. O livro te leva a orar. Não é só leitura, mas um aprendizado de como viver próximo de Deus.
Só somos livres quando conhecemos e vivemos o amor de Deus. Somos libertos quando praticamos os seus ensinamentos e quando entendemos o que ELE quer de nossa vida através de Isaias 61.1-4 (versículos que deverei guardar e viver durante toda a minha vida).


“O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;

A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;

A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado.

E edificarão os lugares antigamente assolados, e restaurarão os anteriormente destruídos, e renovarão as cidades assoladas, destruídas de geração em geração”


Deus libertou o povo de Israel que viveu por quatrocentos anos sob escravidão dos egípcios, tudo com o ensinamento e permissão de Deus. É dessa mesma forma que Deus quer nos libertar, para tratar com o nosso orgulho, nossa incredulidade, a nossa falta de fé.
A autora nos arranca toda idolatria oculta. Àquelas que não se referem às imagens e deuses, mas a idolatria por pessoas, objetos ou coisas que colocamos na frente de Deus. O tratamento vai além, nossas mágoas são apagadas, o legalismo que atrapalha a nossa vida é encarado e a partir daí, aprendemos a controlar a nossa mente, que é o grande alvo do diabo. A falta de paz, a perda de um ente querido, os traumas de infância são assuntos relatados no livro através da busca da oração e da cura interior.
Se você por acaso se perdeu no meio do caminho e não tem mais interesse de orar e buscar a Deus. Tenho certeza que depois de ler “A Oração que liberta” sua vida terá um verdadeiro propósito: a oração. Se você não sabe orar, aprenderá.
Indico este livro para os cristãos, para os que ainda não são cristãos e também para aqueles que são líderes de ministérios e discipulados. Pois no final do livro são encontradas várias perguntas para serem discutidas e ensinadas num grupo de estudo ou discipulado. A idéia é que seja ensinado um capítulo por vez. Por hoje é só! Deus te abençoe!

Sobre a autora: Beth Moore é autora de vários livros bíblicos e de livros que se tornaram sucesso de vendas nos Estados Unidos. É autora de “A oração da Vitória”, publicado no Brasil pela Editora Mundo Cristão.
É também uma oradora extremamente requisitada. Suas palestras e seus seminários vêm encantando platéias pelas mensagens cheias de energia., paixão, humor, ternura e graça.
Em 1994, Moore fundou o Living Proof Ministries, que visa a ensinar às mulheres como viver de acordo com a Palavra de Deus, valendo-se de literatura e de audiovisuais de sólida base bíblica.
Ela tem duas filhas e um neto. Vive em Houston, no Texas, onde integra o conselho da Primeira Igreja Batista. Continua a realizar seus famosos estudos bíblicos nas noites de terça-feira para cristãos de todas as denominações e a dar aulas na escola bíblica dominical.


Onde encontrar o livro: Editora Mundo Cristão

20 comentários:

Lidianne Andrade disse...

muito legal a sua crítica de livro, viu!

Fernanda Santiago Valente disse...

obs: o meu blog é sobre literarura cristã e comportamento. Se você for comentar "não gosto desse tipo de leitura", "não gosto de igreja" ou "legal" e "interessante". por favor, nem comente.

Flá Romani... disse...

Que legal!!!! Sou Cristã, e fiquei com muita vontade de ler esse livro. Só o que me falta é tempo....

bjs

Luis Filipe disse...

não li a critica por que comprei o livro e eusstou começando a ler
xD

Manúh =* disse...

putz mt legal esse livro!
eu sou critã =D
vou fazer o possivel pra ler!
bjO

Anônimo disse...

Olá Fernanda tudo bom ?

- Muito bom a sua colocação em torno desse Livro, alíás o livro em seu conjunto é fantastico , tive a oportunidade de Ler , é realmente muito bom mesmo... Tem uma clareza que realmente nos envolve , e nos mostra o quanto somos limitados , e muitas vezes queremos humanizar a Deus como vc Disse ,Infelizmente é uma grande realidade, infelizmente nem todos não exergou essa grande verdade.... Que possamos sim colocar nossa mente "cativo", em Deus, na sua Palavra em fim , somos totalmente dependentes do Seu Amor Imensurável e da sua Graça sem fim.....

Um abraço....

Anônimo disse...

Olá Fernanda tudo bom ?

- Muito bom a sua colocação em torno desse Livro, alíás o livro em seu conjunto é fantastico , tive a oportunidade de Ler , é realmente muito bom mesmo... Tem uma clareza que realmente nos envolve , e nos mostra o quanto somos limitados , e muitas vezes queremos humanizar a Deus como vc Disse ,Infelizmente é uma grande realidade, infelizmente nem todos não exergou essa grande verdade.... Que possamos sim colocar nossa mente "cativo", em Deus, na sua Palavra em fim , somos totalmente dependentes do Seu Amor Imensurável e da sua Graça sem fim.....

Um abraço....

Anônimo disse...

Olá Fernanda tudo bom ?

- Muito bom a sua colocação em torno desse Livro, alíás o livro em seu conjunto é fantastico , tive a oportunidade de Ler , é realmente muito bom mesmo... Tem uma clareza que realmente nos envolve , e nos mostra o quanto somos limitados , e muitas vezes queremos humanizar a Deus como vc Disse ,Infelizmente é uma grande realidade, infelizmente nem todos não exergou essa grande verdade.... Que possamos sim colocar nossa mente "cativo", em Deus, na sua Palavra em fim , somos totalmente dependentes do Seu Amor Imensurável e da sua Graça sem fim.....

Um abraço....

Tiago Cervo disse...

Uma boa leitura é importante... e a sua crítica foi muito boa, vou ver se compro e leio.

Grande abraço

http://ccdodia.blogspot.com/

Inez disse...

Oi Fernanda
Obrigada por ter visitado meu blog e ser seguidora.
Gostei bastante do seu blog, a crítica que você fez sobre o livro é muito boa e pertinente.

Deni disse...

eitaa
parece q "DEus" indicou seu blog hehehe
to terminando d ler um livro do padre fabio d melo.
e pow...esse livro peloq li gostei.
legal..
parabens pelo blog
tá mto bonito
e esperoq faça uma visita no meu:
www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

será bm vinda lá
bjo!

Murilo disse...

Oi Fernanda.

Bom primeiramente parabens pelo blog , muito bem organizado e bem formatado etc.

O livro me parece ser interesse , seu comentário me fizeram pensar não somente no livro mais em voltar a ler , eu antes tinha esse costume , agora estou meio parado

Abraços bom final de semana.

José Carvalho Neto disse...

Oi Fernanda, obrigado pela visita no meu blog, aproveirei e vim conhecer o seu, e adorei a resenha que vc fez sobre o livro, estou com vontade de lê-lo... e concordo com a abordagem do assunto, conheço mtas pessoas que humanizam Deus, e não se ajoelha diante de sua presença... ótimo livro e ótimo seu blog que só trás mensagem positivas sobre nossas ações aqui na Terra.... abraços...

Thiago Damião disse...

Legal a crítica ao livro, mas não sou muito chegado nesse estilo de livro.

CG Filmes Cleiton Guimarães disse...

Gosto de ler , então ver um blog, onde vc ler o livro e comenta sobre ele depois, é maravilhoso. Principalmente se tratando do livro em questão, que ensina , te mostra e te conduz. Maravilhoso.
Beijinhos!!
http://cgfilmes.blogspot.com/

Palhacada Hein disse...

nunca li esse livro.

tenho vontade.

gostei tambem da critica que voce deu.

boas dicas dos outros livros tambem.

bjo

Cristiane Carrillo disse...

Paz do Senhor,amada! Obrigada pelo comentário. Louvo a Deus por pessoas com um pensamento crítico e genuinamente cristão. Grande abraço!

A TERRA, O CÉU E EU disse...

Olá Fernanda! Vi vc la no meu blog que ainda ta começando.. obrigada pela força! No mais li seu ultimo post e to ansiosa pra comprar o livro, me indentifiquei muito com sua experiencia! Q Deus continue abençoando!

Dinah Cardozo disse...

Poxa moça, não creio em Deus, mas acho muito legal esse poder de fortalecer as pessoas que acreditam.
Claro que tuas palavras não chegaram a mim como uma lição de "Creia em Deus e seja feliz". Vejo uma forma de ser feliz seguindo princípios necessários já que vivemos com outros semelhantes. Achei ótimo a leitura ter te ajudado, fico feliz por ter te feito pensar sobre teu 'ser' e tua postura diante daquilo (ou Daquele, não quero ser indelicada) que tem como crença. É sempre bom pararmos, pensarmos um pouco sobre como temos agido e tentar nos corrigir.
Por favor, não leve minhas palavras 'atéias' como uma grosseria. Realmente respeito tua escolha e como vê (espero que veja!) fico feliz por fazer bem a ti.

Até mais.

Rubian disse...

Oi, Fernanda, tudo bem? Qualquer dia a gente se encontra no Bolsa, então.
Muito boa a resenha do livro, gostei mais ainda do seu comentário pessoal e quem já não passou pelas mesmas coisas que você, não é mesmo? Eu também já estive na mesma situação, acredito que o segredo está em confiar no caráter imutável de Deus quando passamos por um deserto. Eu já nem digo mais deserto e sim "gestações", acredita que é a terceira fase que estou passando que dura 9 meses...Mas, acaba nascendo,rs.
Depois, com mais calma, escrevo a resenha do livro de Liderança.
Bjs.